Logo QMS Certification Blog
Pesquisar
6.1 Ações para abordar riscos e oportunidades da ISO 45001:2018

6.1 Ações para abordar riscos e oportunidades da ISO 45001:2018

Entenda o requisito “6.1 Ações para abordar riscos e oportunidades” da ISO 45001:2018 e sua importância para o SSO. Leia agora!

Anteriormente falamos sobre o requisito 5.3 da ISO 45001, hoje o foco é o item “6.1 Ações para abordar riscos e oportunidades”, essencial em qualquer sistema de gestão e pode potencializar muito os resultados das empresas. Porém, quando o assunto é a saúde e segurança operacionais, essa questão se torna ainda mais vital.

Isso porque quando tratamos o 6.1 em SSO estamos falando sobre redução de acidentes, melhoria das condições de trabalho e até mesmo aumento da produtividade. Isso resulta não só em mais saúde para as pessoas, mas como maior lucro operacional e menores possibilidades de multas, indenizações ou abstencionismo da mão de obra.

O item 6.1 é um tanto extenso, por isso focaremos em compreendê-lo de forma geral, citando inclusive os 3 aspectos primordiais contidos em 6.1.1 Generalidades.

 

Compreendendo o 6.1 da ISO 45001:2018

De forma geral, esse requisito especifica que a organização leve em consideração seu contexto (4.1), suas partes interessadas (4.2) e o escopo do sistema de gestão (4.3) para avaliar e determinar fatores que posam colocar a saúde e segurança das pessoas em risco.

Tudo isso, é claro, com 3 objetivos muito claros. Vejamos:

 

a) assegurar que o sistema de gestão de SSO possa atingir os resultados pretendidos

A partir do momento em que uma empresa implementa a ISO 45001, diversos objetivos estratégicos relacionados a SSO são traçados. Esses objetivos, claramente, precisam estar em sintonia com todo o planejamento estratégico da empresa e seus macro indicadores.

Daqui em diante, o SGSSO (Sistema de Gestão de Saúde e Segurança Ocupacional) age para garantir que a força de trabalho tenha condições de executar seu trabalho, bem como atuar em prol dos objetivos estratégicos. Assim, qualquer risco ao SSO é também uma possibilidade de incidência aos riscos do próprio negócio.

 

b) prevenir ou reduzir efeitos indesejáveis

Os efeitos indesejáveis são exatamente a incidência de ameaças aos processos. Podendo ser acidentes ou abstenção, por exemplo.

Assim, o objetivo maior da gestão de riscos, e do próprio SSO, e maximizar as oportunidades e reduzir ou eliminar a incidência desses efeitos. Quanto mais eficaz o SGSSO for nesse sentido, maiores são os resultados da empresa como um todo e melhor é o ambiente para a parte interessada colaborador.

 

c) alcançar melhoria contínua

A melhoria contínua é um objetivo geral de todo sistema e gestão, e aqui não poderia ser diferente. O SGSSO deve conter dispositivos em seu framework que auxiliem a encontrar e implantar mudanças que facilitem o alcance dos resultados pretendidos.

Se levarmos em conta o objetivo maior da ISO 45001, a saúde e segurança da força de trabalho, podemos dizer que melhorar continuamente é garantir um ambiente cada vez mais seguro e saudável para as pessoas.

Como resultado disso, teremos também melhorias nos níveis de satisfação das pessoas com seu trabalho e, é claro, de produtividade.

 

Riscos, perigos e requisitos legais

Como especificidade dos SGSSO, o requisito 6.1 Ações para abordar riscos e oportunidades nos insere ao conceito de “perigos”. Não entraremos em detalhes neste artigo, mas temos um conteúdo completo sobre a diferença entre Riscos e Perigos e a relação com a ISO 45001 aqui no blog.

No SSO, os riscos estão comumente ligados a existência de fontes de perigo, assim a norma determina que essas fontes sejam mapeadas e tratadas de forma equivalente e responsável. Tudo isso, sem se esquecer que as fontes de perigo podem oferecer tanto riscos como oportunidades.

Além disso, ao tratarmos de SSO, temos também a necessidade de levar em consideração leis e regulamentos pertinentes ao nicho em que atuamos. Isso significa estar de acordo com legislações trabalhistas, normas regulamentadores e uma série de outros requisitos.

Essas normas e requisitos tem por objetivo assegurar a segurança as pessoas, o que já vai ao encontro do que a norma prega.  Além disso, cumpri-las pode reduzir ou eliminar multas e sanções, o que aumenta os resultados da organização. Somados, esses benefícios tornam obrigatório atendimento destes itens. E isso está presente no subitem 6.1.3 da ISO 45001:2018.

 

Planos de ações e informações documentadas

Finalizando o requisito 6.1 Ações para abordar riscos e oportunidades temos o item “6.1.4 Planos de ação”. Neste item, encontramos algumas diretrizes para apoiar o planejamento de ações, que segundo a norma devem levar em consideração “as melhores práticas, opções tecnológicas e requisitos financeiros, operacionais e de negócio”.

A norma ainda aponta a necessidade de respeitar a “hierarquia dos controles (ver 8.1.2)” e, é claro, de realizar a devida avaliação de eficácia de toda e qualquer ação executada no SGSSO. Bem como de criar ações e contingência para responder a situações de emergência, quando pertinente.

Apesar de o requisito 6.1 Ações para abordar riscos e oportunidades não citar a necessidade de informações documentadas, vale citar que elas serão necessárias para assegurar o bom andamento dos planos. Bem como muitos registros são necessários para assegurar conformidade regulamentar, como os ASO’s (Atestados de Saúde Ocupacional) por exemplo.

 

A Importância Vital do Requisito 6.1 Ações para Abordar Riscos e Oportunidades na ISO 45001:2018

Ao compreender a importância do requisito “6.1 Ações para abordar riscos e oportunidades” da ISO 45001:2018 estamos um passo mais perto de fortalecer a saúde, a segurança e a eficiência operacional de nossas empresas. Implementar essa norma não apenas promove um ambiente de trabalho seguro, mas também pode gerar resultados e mais produtividade na organização.

Afinal, ao mapear e tratar corretamente os riscos, você não apenas protege seus colaboradores de possíveis incidentes, mas também reduz custos com multas, indenizações e absenteísmo, garantindo a continuidade das operações. Bem como, é fundamental entender que essa norma vai além do cumprimento de requisitos; ela promove um compromisso genuíno com a segurança das pessoas.

Portanto, tenha sempre em vista que implementar a ISO 45001 é um investimento para o sucesso a longo prazo, pois a segurança das pessoas é a base para o crescimento e o sucesso de qualquer organização. E se você precisar de ajuda, conte com a QMS Certification nesse processo, e se quiser apresender mais sobre a norma, a Q Academy possui curso de Auditor Líder online com início imediato 😉

QMS Certification

QMS Certification

A QMS Certification é um organismo de certificação internacional acreditado que atua especificamente com certificação de sistemas de gestão e treinamentos de normas aplicáveis.

Conteúdo de Sistemas de Gestão toda semana no seu e-mail? Oba!

Assine nossa newsletter e receba nossos posts direto na sua caixa de e-mail.

Como funciona o ciclo de auditorias nas certificações ISO?

Como funciona o ciclo de auditorias nas certificações ISO?

O ciclo de auditorias nas certificações ISO corresponde a quantidade e frequência de auditorias que precisam acontecer para que sua empresa receba e mantenha o tão sonhado certificado. Para que isso aconteça, há um processo muito bem estabelecido e que depende tanto da sua empresa quanto do