Utilizando o julgamento profissional durante uma auditoria

O processo de auditoria consiste em avaliar a conformidade dos requisitos normativos em comparação com o processo de implementação da empresa, sempre levando em contato o julgamento profissional do auditor.

A norma ISO 19011:2018 – Diretrizes para auditoria de sistemas de gestão preconiza o seguinte:

“Convém que os auditores apliquem seu julgamento profissional durante o processo de auditoria e evitem se concentrar em requisitos específicos de cada Seção da norma, a fim de alcançar o resultado pretendido do sistema de gestão.”

“Algumas Seções de normas de sistema de gestão da ISO não se prestam prontamente à auditoria em termos de comparação entre um conjunto de critérios e o conteúdo de um procedimento ou instrução de trabalho.”

Nestas duas afirmações a Norma estabelece a necessidade de o auditor ter mente aberta para uma correta diligência e julgamento profissional, alertando para que o auditor não prenda somente aos requisitos das normas. A ISO 19001 continua e alerta para necessidade do julgamento profissional em um correto processo de julgamento profissional:

“Nestas situações, convém que os auditores usem seu julgamento profissional para determinar se a intenção da Seção foi atendida ou não.”

Sempre em todas as minhas palestras e treinamentos utilizo a seguinte afirmação “As normas de sistemas de gestão estabelecem O QUE DEVE ser feito, o COMO ser feito depende das organizações”. Em algum momento, alguns profissionais entendem dessa afirmação que o COMO pode ser feito de qualquer forma, esquecendo realmente do processo de julgamento profissional por parte do auditor em um processo de auditoria.

O julgamento profissional é de fundamental importância para avaliar se como o sistema de gestão foi implementado atende os requisitos da norma de referência. Aqui pontuo alguns exemplos:

Em uma auditoria recente de ISO 27001 um dos nossos auditores apontou não conformidade no Anexo A.9.1 Controle de Acesso, realmente o processo implementado não atendia mantinha os processos em conformidade. Porém, o auditado argumentou que o como implementar dependia da empresa e não do julgamento do auditor.

Esse é um caso clássico que a organização esquece que o julgamento profissional cabe ao auditor do processo, obviamente coberto por toda atenção aos requisitos normativos e com toda a abertura ao cliente de um processo de apelação, caso necessário.

Portanto, reafirmo e complemento: as normas de sistemas de gestão estabelecem O QUE DEVE ser feito, o COMO ser feito depende das organizações, a ser avaliado pelo julgamento profissional do auditor.

QMS Certification

A QMS Certification é um organismo de certificação internacional acreditado que atua especificamente com certificação de sistemas de gestão e treinamentos de normas aplicáveis.

Webinar do mês

Confira nossos conteúdos ao vivo!

Todo mês ensinamos ao novo gratuitamente, confira e se inscreva!

Nos webinars que você assistir ao vivo, há liberação de um certificado de participação ;)

Logo Q Academy Branco

Cursos online de
Sistemas de Gestão

Compliance no Terceiro Setor: Entenda a sua importância

Compliance no Terceiro Setor: Entenda a sua importância

O terceiro setor é uma esfera da atividade econômica que engloba organizações não governamentais (ONGs), associações, fundações e outras entidades que atuam com finalidades sociais, ambientais, culturais ou de desenvolvimento comunitário, mas que não raras vezes são usadas para prática de fraudes, por isso o Compliance no