Gestão do conhecimento na prática com a nova ISO 30401

O que devemos levar em consideração para colocar a ISO 30401 – Gestão do conhecimento na prática?

Em nossas organizações, recebemos dos líderes e gestores, demandas periódicas para reduzirmos despesas e/ou para aumentarmos faturamento. Ao elaborar um planejamento para cumprir necessidades como estas, precisamos de uma série de elementos, dentre eles o “conhecimento” para criar o plano, levantar possíveis ações, influenciar pessoas-chave e para apresentar o projeto na expectativa que ele seja aprovado. Bem, para cada conhecimento que não dispomos, há formas de adquiri-lo, não é mesmo? Podemos fazer isso por meio de buscas na internet, leitura de livros, interação com um colaborador mais experiente, contratação de uma consultoria, contato com uma empresa que já está acostumada com planos deste porte, dentre tantas outras soluções. Assim, se utilizarmos uma ou mais destas fontes com êxito, estaremos agindo em prol da “aquisição do conhecimento”.

Mas após a elaboração e o sucesso de um plano como este acima citado, faz-se necessário que as pessoas sigam cumprindo o estabelecido, para que os resultados se mantenham. Aí é importante mantermos e armazenarmos o conhecimento. Isso pode ser feito com a construção de padrões, procedimentos ou mesmo fluxos e esquemas gráficos, que instruam como uma ou mais atividades devem ocorrer na organização. Podemos ainda reforçar a capacitação dos novos integrantes que venham a fazer parte da equipe, provavelmente com algum vídeo ilustrativo, diálogos periódicos ou mentoria dos mais experientes para os mais jovens. Estas são possíveis ferramentas para a “manutenção e armazenamento do conhecimento”.

E quando um colaborador estratégico, que vivenciou um projeto de melhoria como o que citamos, deixa a empresa por qualquer motivo, ou ainda quando é necessário um novo ciclo de melhorias, é hora de pensar e executar a “transferência e transformação do conhecimento”, ou seja, estabelecer quem assumirá aquelas funções, quanto tempo esta pessoa precisa para receber os conhecimentos necessários para atuar com segurança e assertividade e, principalmente, qual o método a organização utilizará para transferir o conhecimento: comunidades de prática, brainstorming, simulações, listas de verificação, job shadowing (trabalho sombreado) ou outra técnica cabível.

Este é apenas UM exemplo! Agora vamos refletir sobre a quantidade de conhecimento que temos nas pessoas, processos, sistemas e equipamentos que servem à empresa. Certamente estamos falando de uma gama enorme de conhecimentos que precisam ser gerenciados periodicamente. Isso quer dizer que devemos identificar estes conhecimentos e, para cada um deles, estabelecer como seu ciclo ocorre, divulgando tudo isso aos colaboradores, na busca do fortalecimento (ou da criação) da “cultura de gestão do conhecimento”.

Tudo o que citamos e muito mais está contido nos elementos centrais da nova ISO 30401, a norma de requisitos para um sistema de gestão do conhecimento. Vamos usar os requisitos da norma para aumentar a competitividade das nossas organizações? Se este texto fizer sentido para você e sua empresa, fale conosco! Queremos colaborar para um melhor entendimento sobre o tema e para que ele passe a fazer parte das prioridades estratégicas da organização a qual você faz parte.

QMS Certification

QMS Certification

A QMS Certification é um organismo de certificação internacional acreditado que atua especificamente com certificação de sistemas de gestão e treinamentos de normas aplicáveis.

Webinar do mês

Confira nossos conteúdos ao vivo!

Todo mês ensinamos ao novo gratuitamente, confira e se inscreva!

Nos webinars que você assistir ao vivo, há liberação de um certificado de participação ;)

Logo Q Academy Branco

Cursos online de
Sistemas de Gestão

Tratamento de Não Conformidades: Análise de Causa

Tratamento de Não Conformidades: Análise de Causa

No universo da gestão de qualidade, um dos aspectos mais cruciais é o tratamento eficaz de não conformidades. A análise de causa é um procedimento indispensável nesse contexto, proporcionando um caminho para evitar sua recorrência. Saiba mais!

Guia Completo Acreditação ONA

[Guia Completo] Acreditação ONA

Em 1 de março de 2024 a QMS adquiriu a TS4 Saúde e agora atua como uma instituição acreditadora credenciada (IAC) ONA. Mas afinal, o que é ONA?