Logo QMS Certification Blog

O que não pode faltar no treinamento básico de SST para os trabalhadores?

Você já ouviu falar a expressão “Chegou a hora de separar o joio do trigo” ou “essa é a hora de separar os homens dos meninos”? Essas expressões representam o momento em que são ministrados treinamentos, pois através destes você pode trazer os trabalhadores para o seu lado ou afastá-los de vez.

E focando a área de Segurança do Trabalho é fundamental que tenhamos os trabalhadores do nosso lado para que eles deem a devida atenção quando orientados sobre procedimentos de segurança ou até mesmo assuntos sobre a importância do uso de EPI.

A quantidade de treinamentos é importante, mas a qualidade destes é que vai determinar a reputação do Técnico de Segurança do Trabalho perante os trabalhadores.

Desta maneira, o ministrante do treinamento deve se preparar, dominar o assunto a ser tratado e estar atualizado.

Um treinamento de SST básico deve ter os seguintes tópicos:

historia-da-empresa1. História da Empresa

Apresentando a empresa desde a sua fundação até os dias atuais, informando fusões, aquisição e em quais estados ou países atua, quais são seus produtos, e demais informações relevantes;

2. Política da Empresa

Objetivando as ações dos profissionais de SESMT – Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho, na busca de reduzir os incidentes e acidentes através da antecipação, reconhecimento, avaliação e controle;

3. Procedimentos de Segurança da Empresa

Quanto aos trabalhos em altura, espaço confinado, eletricidade, entre outros;

4. Controle de Segurança e Saúde no Trabalho

Citar quais programas de segurança a empresa cumpre, exemplo: PPRA, PCMSO, Laudo Ergonômico, Laudo de Insalubridade, Laudo de Periculosidade, entre outros;

perigos-e-riscos5. Matriz de Perigos e Riscos

Conforme as atividades, os riscos expostos bem como as formas de controle;

6. Plano de Emergência e Contingência

Informando o plano, quem são os Brigadistas, como estão identificados e o que estão aptos a fazer em caso de ocorrência;

7. Telefones de Emergência

Quais são os números e onde encontrá-los;

8. Indicadores de Acidentes

Objetivos e indicadores de acidentes, se houverem;

9. Mapas de Risco

Classificando os riscos sejam eles, físicos, químicos, biológicos, ergonômicos e acidentes;

10. Equipamentos de Proteção Coletiva

Citar os EPC´s disponíveis, exemplo: porta corta fogo, luz de emergência, ar condicionado, detector de fumaça e entre outros;

11. E, NR 6 – Equipamentos de Proteção Individual

Este tópico é o mais importante, pois ele deve abranger as obrigatoriedades do empregador bem como a dos empregados quanto a disponibilização e uso dos EPI´s, orientação aos empregados sobre a ficha de EPI, controle de entrega e termo de responsabilidade sobre os mesmos.

Os trabalhadores deverão participar de reciclagem quando houver alteração ou de maneira periódica.

Os aspectos de saúde e segurança no trabalho quando não respeitados, podem gerar acidentes, trazendo prejuízos aos Empregadores e Empregados.

QMS Certification

QMS Certification

A QMS Certification é um organismo de certificação internacional acreditado que atua especificamente com certificação de sistemas de gestão e treinamentos de normas aplicáveis.

Conteúdo de Sistemas de Gestão toda semana no seu e-mail? Oba!

Assine nossa newsletter e receba nossos posts direto na sua caixa de e-mail.