NR 7 – Verificação de ASO em 05 passos

Esse material visa esclarecer os itens a serem verificados (obrigatórios) no ASO, conforme o previsto em PCMSO. Vamos aos 05 passos de forma prática:

1º PASSO:

Certificar-se que os riscos citados em ASO são iguais aos citados no PCMSO correspondente ao projeto:

2º PASSO:

Certificar-se que os exames citados/realizados em ASO são iguais aos citados no PCMSO correspondente ao projeto:

3º PASSO:

Certificar-se da vigência dos exames realizados conforme ASO, e realiza-los antes do vencimento sendo que a periodicidade esta estipulada em PCMSO:

4º PASSO:

Certificar-se que o médico examinador que assinou o ASO tem seu nome relacionado no PCMSO:

5º PASSO:

Certificar-se que foi citado em ASO o nome do Médico Elaborador/Coordenador (não sendo necessária sua assinatura):

parenteseCONCLUSÃO: Apontando no ASO o motivo da elaboração do mesmo (Ex. admissional, periódico, retorno ao trabalho, mudança de cargo, demissional), se o colaborador esta APTO ou inapto para realizar as atividades, e dados convencionais de cadastro como nome da empresa, nome do colaborador, RG, CPF, data de nascimento e função, basta apenas atender os 05 passos acima e, seguramente estará atendendo as partes interessadas bem como os requisitos legais em relação ao assunto supracitado.

QMS Certification

A QMS Certification é um organismo de certificação internacional acreditado que atua especificamente com certificação de sistemas de gestão e treinamentos de normas aplicáveis.

Webinar do mês

Confira nossos conteúdos ao vivo!

Todo mês ensinamos ao novo gratuitamente, confira e se inscreva!

Nos webinars que você assistir ao vivo, há liberação de um certificado de participação ;)

Logo Q Academy Branco

Cursos online de
Sistemas de Gestão

Compliance no Terceiro Setor: Entenda a sua importância

Compliance no Terceiro Setor: Entenda a sua importância

O terceiro setor é uma esfera da atividade econômica que engloba organizações não governamentais (ONGs), associações, fundações e outras entidades que atuam com finalidades sociais, ambientais, culturais ou de desenvolvimento comunitário, mas que não raras vezes são usadas para prática de fraudes, por isso o Compliance no