A ISO 45001 garante a saúde e segurança ocupacional do colaborador?

Entenda melhor os objetivos da ISO 45001 e saiba como ela se relaciona com outros fatores importantes para sua empresa. Hoje, falarei sobre Saúde e Segurança Ocupacional.

Em 2018, a OHSAS 18001 foi aposentada e, em seu lugar, a ISO (International Organization For Standardization) publicou a ISO 45001:2018. A 18001 não era uma norma ruim, pelo contrário, mas a “atualização” trouxe uma norma nova, mais moderna e muito mais aprofundada no que tange a SSO (Saúde e Segurança Ocupacional).

O objetivo dessa nova norma é ajudar a criar um Sistema de Gestão que preze pela segurança das pessoas envolvidas com a organização. Assim, em seu escopo, teremos a prevenção de acidentes, questões ergonômicas e de bem-estar em geral. Algo muito importante é que a norma também se dispõe a ajudar organizações a cumprir requisitos legais e, como ela mesma diz, melhorar proativamente o desempenho em SSO.

A norma é bastante clara em seu texto, porém muitas pessoas têm dúvidas sobre a 45001 e, por isso, acabam não compreendendo corretamente o que a norma faz.

Um equívoco comum é as pessoas acharem que a norma, por si só, cumpre as leis vigentes ou que ela “blinda” a empresa contra qualquer acidente, que ela evita tudo. Por isso, resolvi escrever esse texto para tirar algumas dúvidas sobre esse assunto.

Saúde e Segurança ocupacional: A ISO 45001 “atende” as leis ocupacionais?

Uma dúvida (ou equívoco) comum para quem está iniciando seus estudos na 45k é se a norma pode ser utilizada como “atestado” de cumprimento de requisitos legais.

É importante entender que a norma não “substitui” a lei, e que ela, por si só, não garante o cumprimento dos requisitos regulamentares.

Entretanto, a 45001 determina que a empresa analise as partes interessadas do seu sistema de SSO. Assim, o sistema de gestão precisará abordar requisitos regulatórios e considerar tudo que é preciso para atendê-los.

A ISO 45001 garante a segurança dos colaboradores?

Essa é outra confusão comum. Muita gente questiona a norma, pois conhece casos em que, mesmo a empresa sendo certificada, ocorreram acidentes de trabalho. Por isso, uma distinção precisa ser feita: a ISO 45001 não GARANTE a saúde e segurança das pessoas.

Digo isso porque a norma em si é um documento que apresenta boas práticas e “instruções” para melhorar o SSO. Assim, o que realmente vai fazer diferença na sua empresa serão os controles criados por motivação da norma.

O que a norma faz é ajudar a criar um sistema que mapeie e atue sobre os riscos de saúde e segurança. Se antes dela as pessoas não tinham consciência sobre o que pode causar danos, com a norma será criada uma cultura que as ajudará a enxergar isso.

Além disso, a norma irá atuar sobre os riscos, como eu já citei. Nós sabemos que os riscos mudam com o passar do tempo, por isso é preciso monitorá-los. Se o contexto mudar (e ele muda!), os riscos também mudarão. Isso torna TODAS as empresas eternamente vulneráveis a acidentes (ou eventos) com pessoas.

O que a norma faz é ajudar a sermos o mais proativos possível quanto a essas mudanças e riscos. Assim, podemos estar um passo à frente e atuar sobre o máximo de possibilidades possível. Quanto melhor nosso sistema, melhor será nossa possibilidade de assegurar a saúde das pessoas.

Cultura é o caminho para a segurança de todos

O maior benefício de implantar uma norma como a ISO 45001 é o ganho de cultura de prevenção. A partir do momento em que você conscientiza as pessoas e coloca o sistema para rodar, todos começam a entender que existem riscos à sua saúde e, assim, é preciso monitorá-los (cuidar).

Isso traz maior consciência a todos, e assim, as chances de um acidente ou lesão vão diminuindo cada vez mais. A tendência, ao longo do tempo, é que a organização consiga manter longos períodos sem eventos e, assim, aumentar o bem-estar de todos.

O aumento do bem-estar, por sua vez, é a maior consequência dessa nova cultura. Afinal, quanto melhores as pessoas estiverem, maior será sua produtividade e foco no trabalho. Engana-se quem acredita que a ISO 45001 é uma norma “humanitária” (não que não seja), seu foco é, na verdade, melhorar a vida das pessoas no trabalho para que isso se transforme em mais resultados para a empresa!

Agora, me diga: sua empresa tem um sistema de Gestão de Saúde e Segurança Ocupacional? Se não, você já pensou que isso pode estar reduzindo a produtividade das pessoas? Vale a pena refletir sobre isso!

Se você ficou interessado(a) no tema, conheça nosso curso de Auditor Interno ISO 45001:2018, totalmente online e de qualidade.

QMS Certification

QMS Certification

A QMS Certification é um organismo de certificação internacional acreditado que atua especificamente com certificação de sistemas de gestão e treinamentos de normas aplicáveis.

Webinar do mês

Confira nossos conteúdos ao vivo!

Todo mês ensinamos ao novo gratuitamente, confira e se inscreva!

Nos webinars que você assistir ao vivo, há liberação de um certificado de participação ;)

Logo Q Academy Branco

Cursos online de
Sistemas de Gestão

Tratamento de Não Conformidades: Análise de Causa

Tratamento de Não Conformidades: Análise de Causa

No universo da gestão de qualidade, um dos aspectos mais cruciais é o tratamento eficaz de não conformidades. A análise de causa é um procedimento indispensável nesse contexto, proporcionando um caminho para evitar sua recorrência. Saiba mais!

Guia Completo Acreditação ONA

[Guia Completo] Acreditação ONA

Em 1 de março de 2024 a QMS adquiriu a TS4 Saúde e agora atua como uma instituição acreditadora credenciada (IAC) ONA. Mas afinal, o que é ONA?