Como promover saúde mental nas empresas com ajuda da ISO 45001?

Como promover saúde mental nas empresas com ajuda da ISO 45001?

Saiba como promover saúde mental nas empresas com ajuda da ISO 45001 – sistemas de gestão da saúde e segurança ocupacional. Leia agora!
Promover saúde mental nas empresas nunca foi tão necessário e o tema tem ganhado cada vez mais espaço na gestão empresarial. Por isso, mais profissionais estão em busca de boas práticas e ferramentas que ajudem nessa tarefa. Porém alguns nem sempre levam em consideração o uso da famosa ISO 45001 para isso!

Muito embora a ISO 45001 não aborde especificamente a saúde mental, implementar corretamente essa norma pode contribuir significativamente para a promoção do bem-estar físico e mental dos colaboradores.

Como bem sabemos, a ISO 45001 é uma norma internacional publicada pela International Standard Organization (ISO). O documento estabelece requisitos e diretrizes para sistemas de gestão de saúde e segurança ocupacional (SGSSO) nas organizações. Já aqui compreendemos que ela atua indiretamente para promover a saúde mental, uma vez que a segurança e integridade física é um fator base para o bem-estar e para a própria saúde mental.

Mas não para por aqui, algumas peculiaridades da ISO 45001 são essenciais para promover saúde mental nas empresas e melhorar o ambiente de trabalho. No conteúdo de hoje, vamos falar um pouco sobre esses fatores e sobre a importância da 45001 para as organizações e partes interessadas.

Entenda quais os objetivos da ISO 45001:2018.

 

Identificação e avaliação de riscos psicossociais

Os riscos psicossociais estão no centro de qualquer sistema que busque promover saúde mental. De forma resumida, eles são fatores que têm o potencial de afetar negativamente a saúde mental, o bem-estar e o desempenho dos nossos colaboradores. Geralmente, esses riscos estão relacionados a vários fatores, tais como:

  • A interação entre o ambiente de operação dos processos;
  • A organização do trabalho e tarefas;
  • As condições de trabalho;
  • A relação interpessoal dos colaboradores;
  • As competências e necessidades dos colaboradores;
  • Entre outras.
Um dos pilares da ISO 45001 é a identificação de riscos que possam afetar os colaboradores, e é claro que os riscos psicossociais estão envolvidos. A norma determina que as organizações identifiquem e avaliem esses riscos. Entre os mais comuns, podemos citar estresse, assédio e sobrecarga de trabalho, fatores que podem (e vão) afetar a saúde mental das pessoas que trabalham conosco.

 

Participação dos colaboradores: algo fundamental para promover saúde mental

Outra exigência presente entre os requisitos da ISO 45001 é a participação dos colaboradores! Isso acontece porque nenhuma parte interessada sabe melhor como está a saúde mental dos deles que eles mesmos, não é mesmo?

Por isso, a norma enfatiza a importância da participação dos envolvidos pertinentes ao sistema de gestão de SSO. Essa participação pode incluir tanto a consulta sobre questões relacionadas à saúde mental quanto ao envolvimento deles na identificação de riscos psicossociais, bem como no desenvolvimento de medidas preventivas e outros planos de ação.

 

Comunicação e conscientização sobre saúde mental

Graças aos avanços na teoria da administração, hoje sabemos que a conscientização é fundamental para qualquer ação organizacional. E para conscientizar corretamente as pessoas, precisamos de uma comunicação estratégica muito bem direcionada.

Por isso, a comunicação eficaz é um elemento essencial na ISO 45001. A norma enfatiza que as empresas podem usar esse requisito para aumentar a conscientização sobre questões de saúde mental, fornecer informações e recursos aos funcionários e promover uma cultura de apoio mútuo. Da mesma forma, manter canais de comunicação com as pessoas vai ajudar a empresa a identificar problemas, riscos e ações relacionadas ao tema.

 

Treinamento e capacitação levam à melhoria contínua

Promover saúde mental nas empresas é um trabalho continuo e intenso. Graças às constantes mudanças no contexto interno e externo, sempre haverão novos desafios e questões a serem superadas.

Por isso, a ISO 45001 exige que as organizações forneçam treinamento adequado para os colaboradores. Isso pode envolver uma ampla gama de fatores psicossociais, como o treinamento sobre reconhecimento de sinais de estresse, habilidades de gerenciamento de tempo e estratégias de autocuidado e comunicação para promover a saúde mental no ambiente de trabalho.

Outra questão importante é que a ISO 45001 enfatiza a importância do monitoramento contínuo do desempenho do SGSSO, bem como a implementação de medidas corretivas e preventivas quando necessário.

Em conjunto, a capacitação das pessoas e o incentivo a melhoria continua naturalmente geram esforços para promover a saúde física e mental das pessoas. A norma incentiva e possibilita que nós identifiquemos problemas relacionados à saúde mental e tomemos medidas mais assertivas para melhorar as condições de trabalho e a vida das pessoas.

 

Promover saúde mental nas empresas é uma questão de produtividade!

Muitas organizações já entenderam que cuidar da saúde das pessoas é trabalhar para alcançar resultados superiores. Ao implementar a ISO 45001 de forma eficaz, as empresas trabalham para criar um ambiente seguro, saudável e que promove a saúde mental dos seus colaboradores. Isso tudo, por sua vez, pode levar a uma maior satisfação no trabalho, o que favorece a produtividade e a retenção de talentos.

Quantos de nós já tivemos nosso trabalho impactado por questões psicossociais que poderiam ter sido evitadas? E os resultados foram uma redução na performance, projetos cancelados, entregas atrasadas e muita dor de cabeça. Ou seja: prejuízo para as empresas!

Pelo ponto de vista humano, incentivar e promover a saúde mental é uma postura ética e responsável, algo que cria empresas que focam em incentivar a resiliência, a empatia e o apoio interpessoal, além de oferecer acesso a recursos e serviços de saúde mental. Isso também cria uma visão positiva da empresa frente ao mercado, aumentando seu reconhecimento e gerando mais valor para acionistas, sociedade e outras partes interessadas.

Além disso, ao normalizar a conversa sobre saúde mental e oferecer apoio adequado, podemos ajudar a reduzir o estigma em torno das doenças mentais, encorajando as pessoas a buscar ajuda quando necessário e a se sentirem confortáveis em compartilhar suas experiências. A conclusão mais óbvia, portanto, é que criamos a famosa relação ganha-ganha, ou seja, todas as partes interessadas saem beneficiadas!
QMS Certification

QMS Certification

A QMS Certification é um organismo de certificação internacional acreditado que atua especificamente com certificação de sistemas de gestão e treinamentos de normas aplicáveis.

Webinar do mês

Confira nossos conteúdos ao vivo!

Todo mês ensinamos ao novo gratuitamente, confira e se inscreva!

Nos webinars que você assistir ao vivo, há liberação de um certificado de participação ;)

Logo Q Academy Branco

Cursos online de
Sistemas de Gestão

Tratamento de Não Conformidades: Análise de Causa

Tratamento de Não Conformidades: Análise de Causa

No universo da gestão de qualidade, um dos aspectos mais cruciais é o tratamento eficaz de não conformidades. A análise de causa é um procedimento indispensável nesse contexto, proporcionando um caminho para evitar sua recorrência. Saiba mais!

Guia Completo Acreditação ONA

[Guia Completo] Acreditação ONA

Em 1 de março de 2024 a QMS adquiriu a TS4 Saúde e agora atua como uma instituição acreditadora credenciada (IAC) ONA. Mas afinal, o que é ONA?