Qual o papel da certificadora de sistemas de gestão nos resultados empresariais?

Qual o papel da certificadora de sistemas de gestão nos resultados empresariais?

Entenda como escolher a certificadora de sistemas de gestão é crucial para a evolução e os resultados da sua organização!

No artigo de hoje, falaremos sobre nosso core de negócios: a certificadora de sistemas de gestão. Estamos no mercado de sistemas de gestão há 12 anos e essa experiência e especialização nos deu base para entender o mercado e promover melhoria nas empresas.

Muitas vezes, o mercado tem uma visão de que os sistemas de gestão engessam e tornam a empresa obsoleta e pouco inovativa. Quando, na verdade, é justamente o contrário. E isso, muitas vezes, se deve à existência de auditores e certificadoras que trabalham de forma incorreta.

Muitos profissionais não relacionam à certificadora à saúde do sistema de gestão. O que é um problema bastante grave. Afinal, como veremos, a certificadora tem um papel fundamental na obtenção de resultados superiores. Empresas que não contam com bons serviços de certificação tem muito mais chances de cair na burocratização e engessamento dos processos.

 

Imparcialidade e credibilidade na análise dos processos

Antes de mais nada, é importante destacar que a certificadora de sistemas de gestão é uma entidade independente e autônoma. Isso fará com que as análises que ela fizer sejam igualmente independentes e autônomas.

Dessa forma, o único foco das auditorias será a busca por melhorias e a compreensão da conformidade. Aqui, estamos isentos da pressão que os processos exercem, por exemplo, sobre o colaborador interno ou mesmo aquele que um cliente pode exercer sobre seu fornecedor.

Isso, somado à competência dos auditores, contribui para uma auditoria limpa, focada em entender e apontar o que o sistema tem de melhor e quais os pontos de melhoria existentes.

 

Aumentando a confiança das partes interessadas

Muitas empresas NÃO estão preocupadas somente com quais certificados seus fornecedores têm (ISO 9001, 14001 ou 45001, por exemplo), mas também com qual foi a certificadora que concedeu esse certificado ao fornecedor.

Isso acontece porque é a certificadora que avalia a conformidade dos processos com o padrão auditado. Assim, é a certificadora que avalia e compreende se a empresa realmente é aderente ao sistema de gestão atestado. É a famosa avaliação da conformidade.

Fazendo uma comparação, é fácil entender que uma certificadora competente avaliará competentemente a conformidade. Já uma certificadora pouco qualificada não conseguirá compreender corretamente se a empresa é aderente ou não ao sistema de gestão.

Assim, a certificadora é um importante fator de confiança para as partes interessadas. Ao ostentar um certificado, a credibilidade da certificadora é instantaneamente colocada em destaque.

Podemos dizer que a credibilidade da empresa é, em certo ponto, também uma extensão da credibilidade de seus sistemas de gestão e, assim, também da credibilidade da própria certificadora. Por isso é importante selecionar cuidadosamente a certificadora que irá avaliar seus processos e padrões.

 

Visão externa e condução do sistema gestão

Quase todos os padrões requerem a existência de auditores internos. Profissionais da própria organização que façam a avaliação da conformidade.

Com isto em vista, pode-se pensar que a existência da certificadora é desnecessária, pois a avaliação da conformidade já existe. Entretanto, ainda aqui há um fator externo fundamental: o conhecimento de mercado. 

A certificadora, por estar em constante exposição com dezenas de outras empresas, adquire conhecimentos e visões impossíveis aos colaboradores. Assim, a certificadora fornece uma visão única sobre os processos e como eles funcionam.

Além disso, a forma como a certificadora conduz as auditorias está diretamente ligada à forma como os sistemas de gestão são vistos pelos colaboradores. Não é incomum que as pessoas tenham medo das auditorias e até mesmo dos profissionais da qualidade da empresa.

Quando o auditor é áspero, mal educado ou burocrático, as pessoas irão compreender que o sistema de gestão é igual ao auditor. Querendo ou não, tentarão se adequar ao que o auditor busca.

Assim, se a certificadora não possuir profissionais que ajudem, por meio das auditorias, a empresa a conduzir o sistema de gestão da maneira correta, os padrões começam a ficar piores a cada auditoria.

 

Identificando oportunidades de melhoria que trazem resultado

Por fim, mas não menos importante, o ponto principal do impacto da certificadora nos resultados da empresa: a melhoria contínua.

O motivo mais importante pelo qual uma empresa busca um sistema de gestão é a melhoria. Ela busca formas de melhorar a gestão e, assim, as rotinas e atividades do dia a dia. Para isso, precisamos encontrar não conformidades e, pouco a pouco, eliminá-las, melhorando os sistemas e alcançando resultados superiores.

Se a certificadora de sistemas de gestão não for capaz de encontrar não conformidades, não são gerados pontos de melhoria e, assim, a empresa não evolui. Dessa forma, a certificadora precisa ter competência para avaliar os processos e apontar formas de fazer com que as empresas aumentem seus resultados.

Auditorias melhores farão com que as empresas encontrem melhores formas de performar melhor!

 

Conclusão: a certificadora impacta diretamente na performance e credibilidade dos sistemas de gestão

A certificadora de sistemas de gestão tem um papel crucial no alcance dos resultados empresariais, promovendo melhoria contínua e eficiência das organizações. Além disso, sua abordagem nas auditorias pode impactar a percepção dos colaboradores em relação ao sistema de gestão, influenciando diretamente sua adesão e comprometimento com as práticas implementadas (o famoso engajamento).

Identificar oportunidades de melhoria é o cerne da certificação de sistemas de gestão. Uma certificadora competente é capaz de encontrar não conformidades e proporcionar à empresa a chance de aprimorar continuamente seus processos para obter resultados melhores.

Portanto, ao selecionar uma certificadora para avaliar seus processos e padrões, as empresas devem priorizar a competência técnica, imparcialidade e habilidades de comunicação dos auditores. É muito mais que uma questão de apenas preço. A certificadora deve ser um parceiro confiável, capaz de promover a excelência operacional e apoio à melhoria dos resultados empresariais.

Em suma, a certificadora de sistemas de gestão de qualidade é uma ferramenta de evolução das empresas por meio de suas auditorias, bem como o desenvolvimento de práticas mais eficientes e eficazes. Qualquer certificação ISO, obtida com uma certificadora competente e confiável, fortalece a posição competitiva das organizações, abre novas oportunidades de negócios e reforça seu compromisso com a excelência e a melhoria contínua.

QMS Certification

A QMS Certification é um organismo de certificação internacional acreditado que atua especificamente com certificação de sistemas de gestão e treinamentos de normas aplicáveis.

Webinar do mês

Confira nossos conteúdos ao vivo!

Todo mês ensinamos ao novo gratuitamente, confira e se inscreva!

Nos webinars que você assistir ao vivo, há liberação de um certificado de participação ;)

Logo Q Academy Branco

Cursos online de
Sistemas de Gestão

Compliance no Terceiro Setor: Entenda a sua importância

Compliance no Terceiro Setor: Entenda a sua importância

O terceiro setor é uma esfera da atividade econômica que engloba organizações não governamentais (ONGs), associações, fundações e outras entidades que atuam com finalidades sociais, ambientais, culturais ou de desenvolvimento comunitário, mas que não raras vezes são usadas para prática de fraudes, por isso o Compliance no