3 indicadores de compliance essenciais para seu Programa de Integridade

3 indicadores de compliance essenciais para seu Programa de Integridade

Conheça 3 indicadores de compliance vitais para um programa de integridade e entenda sua importância para as empresas.
De forma simplificada, podemos dizer que os indicadores de compliance são métricas que usamos para medir a eficácia de nossos programas de conformidade. Eles nos ajudam a monitorar, avaliar e melhorar continuamente nossas práticas de compliance, garantindo que nossas empresas cumpram leis, regulamentos ou normas (sejam elas internas ou externas).

Assim, os indicadores tornam-se parte vital de nosso sistema de gestão e da implementação de um programa robusto de compliance, um programa que realmente ajuda a mitigar riscos, proteger contra penalidades legais e melhorar a confiança de clientes, investidores e quaisquer outros stakeholders.

Por fim, se levarmos em conta que o Compliance é uma prática essencial para a integridade, reputação e sucesso a longo prazo de qualquer organização. A criação e implementação de indicadores de compliance é uma necessidade gerencial que nos trará bons resultados, ajudará na gestão e contribuirá para que nossas empresas se tornem sólidas no mercado e muito sustentáveis!

Por isso, no conteúdo de hoje, selecionamos 3 indicadores que consideramos essenciais para o seu sistema de gestão de compliance. Obviamente, eles não são os únicos necessários, mas buscamos focar em um programa de integridade, tanto para dar um norte ao conteúdo de hoje quanto por esse ser um tema menos falado no mercado, mesmo sendo vital para as empresas e para a sociedade como um todo.

Para tornar o texto mais didático, criamos algumas siglas para abreviar os indicadores citados (IDE, TRTDRE e NSSRPI). Elas não são nomes oficiais e foram criadas apenas para facilitar a citação deles em determinados trechos do texto. Da mesma forma, os nomes dos indicadores devem ser personalizados para melhorar a aceitação dentro da sua empresa. Dito isto, vamos lá?

 

1º – Índice de Denúncias por Ética (IDE)


Ter um canal de denúncias funcional é um dos aspectos fundamentais de qualquer programa de integridade. E contar com indicadores que medem a eficácia desse canal, de forma geral, é igualmente fundamental.

Quando o assunto é o programa de integridade, um dos indicadores de compliance mais importantes é o “Índice de denúncias por ética”. Um número muito alto de denúncias relacionadas a ética vai acender um alerta que pode significar, basicamente, duas coisas:

  • Um erro de comunicação em relação ao programa de integridade como um todo, ou;
  • Um grave risco ético dentro da sua organização.
Mensurar esse índice, analisando-o mensal, trimestral, semestralmente (ou de acordo com as necessidades da sua empresa) trará fortes subsídios para compreender melhor seu sistema de gestão de compliance. Da mesma forma, entender como sua empresa tem performado nesse índice vai ajudar a tomar importantes decisões a respeito da cultura da sua empresa e também sobre as tratativas dessas denúncias.

Uma dica interessante, também, caso você queira criar um canal de denúncias mais robusto e eficaz, é a implementação da ISO 37002 Sistema de Gestão de Denúncias. Está norma fornecerá para sua organização orientação para gerenciar melhor as denúncias, permitindo a criação de um canal seguro e confidencial, o que promove integridade e transparência.

 

2º – Tempo de Resposta para o Tratamento de Denúncias Relacionadas à Ética (TRTDRE)


Se receber as denúncias garantindo maior confidencialidade e segurança é importante, trata-las é ainda mais. Do contrário, seria como descobrir uma doença e não tomar os remédios para curá-la.

Portanto, é importante monitorar o tempo que a empresa demorar para responder e tratar as denúncias que recebemos e que estão relacionadas à ética. Ao monitorar o IDE em conjunto ao tempo de resposta dessas denúncias, teremos em mãos informações importantes para tomada de decisões e avalição do programa de integridade.

Além disso, sabemos que a gravidade das denúncias e tratativas varia e pode conter casos especiais, isso também deve ser levado em consideração. Casos críticos podem ser agrupados ou tratados separadamente, criando um formato de indicador específico e relevante para o seu contexto organizacional.

 

3º – Nível de Satisfação dos Stakeholders em Relação ao Programa de Integridade (NSSRPI)


O terceiro, e igualmente importante, dos indicadores de compliance que consideramos fundamental para um programa de integridade é aquele que mede a satisfação das partes interessadas.

Além de ajudar a assegurar o cumprimento de leis e normas, um bom programa de integridade precisa ajudar a melhorar a reputação da empresa, assegurando-a no longo prazo. A reputação, por sua vez, será sempre a visão que as partes interessadas têm da empresa. Assim, um bom sistema de gestão possui indicadores de compliance (métricas) que ajudam a avaliar a satisfação dos stakeholders sobre a ética da empresa.

Cabe ressaltar que esse indicador não pode ser analisado de forma isolada, ele será resultado de diversas métricas avaliadas (possivelmente incluindo o IDE e o TRTDRE). O importante é compreender se as partes interessadas realmente enxergam um programa de integridade sólido e eficaz, ou apenas um conjunto de documentos “para inglês ver”.

 

Indicadores de compliance: a chave para a sustentabilidade e reputação a longo prazo


Diversas normas ISO, como a 37001, a 37301 e a já citada 37002, podem ajudar a implementar boas práticas relacionadas ao programa de integridade e, é claro, ao compliance como um todo. Isso ajudará você e sua empresa a pensar novos indicadores e entender melhor como a gestão tem atuado e melhorado as coisas.

Porém, realizar o cruzamento dos três indicadores citados aqui (IDE, TRTDRE e NSSRPI) fornecerá uma visão bastante robusta da maturidade do seu programa de integridade na visão das suas partes interessadas. Eles levarão a análises mais aprofundadas do seu canal de denúncias e de outros fatores fundamentais, o que permitirá criar ações de melhoria e também ter uma tomada de decisões mais fundamentada e assertiva. A análise deles, inclusive, pode revelar a necessidade de criação de outros indicadores de compliance.

Para finalizar, lembre-se sempre que manter bons indicadores de desempenho (sejam relacionados ao compliance ou não) são fundamentais para o sucesso da sua empresa. Portanto, comprometa-se a acompanhar e melhorar os pilares da sua gestão, assegurando que sua empresa se mantenha competitiva e íntegra. Seja o líder que impulsiona seus processos rumo a um futuro mais prospero e íntegro, tornado sua empresa lucrativa e contribuindo para uma sociedade mais forte!

 

3 indicadores fundamentais para o Compliance [Vídeo]


Se você quiser se aprofundar um pouco sobre esse assunto, o Neifer França, diretor da QMS Certification, gravou um vídeo completo sobre o assunto. O vídeo serviu de base para este artigo e traz mais peculiaridades sobre o tema. Para assistir, clique abaixo:

QMS Certification

A QMS Certification é um organismo de certificação internacional acreditado que atua especificamente com certificação de sistemas de gestão e treinamentos de normas aplicáveis.

Webinar do mês

Confira nossos conteúdos ao vivo!

Todo mês ensinamos ao novo gratuitamente, confira e se inscreva!

Nos webinars que você assistir ao vivo, há liberação de um certificado de participação ;)

Logo Q Academy Branco

Cursos online de
Sistemas de Gestão

Compliance no Terceiro Setor: Entenda a sua importância

Compliance no Terceiro Setor: Entenda a sua importância

O terceiro setor é uma esfera da atividade econômica que engloba organizações não governamentais (ONGs), associações, fundações e outras entidades que atuam com finalidades sociais, ambientais, culturais ou de desenvolvimento comunitário, mas que não raras vezes são usadas para prática de fraudes, por isso o Compliance no